terça-feira, novembro 20, 2007

UMA RECEITA PARA O NATAL


Não hoje, que é o seu dia.
Não uma vez por ano,
como é mania,
mas sempre, dia-a-dia,
hora a hora, minuto a minuto
e na fracção do segundo.
È possível neste Mundo?

É. Presta atenção:
Não vou fazer-te um sermão,
antes dar-te uma receita.
Aproveita.
Não custa nada nem dá maçada.
Os seus ingredientes serão diferentes
dos habituais em casos tais.
Regista-os.
Ficarás a conhecê-los e não irás esquecê-los.

Pega no teu coração.
(será ele a tigela para receber a punção)
Deita-lhe muitos sorrisos,
bonitos e não altivos.
Bata bem para que saiam do fundo
e, lentamente,
se voltem para o Mundo.

Junta bastante carinho
para que o doce fique docinho.
Uma boa dose de amabilidade,
Outra igual de caridade.
Vinte de solidariedade,
outras tantas de compreensão,
de dádiva e de perdão.
Não ponhas sal, que faz mal.

Acrescenta frutos maduros,
assim puros,
como vêm da Natureza
e colocas na tua mesa.
Paciência e Amor,
põe bastante, por favor.

E não sejas negligente,
vai batendo e acrescentando sempre
boas pitadas de inteligência
e outras tantas de prudência.

Mas atenção, tens na mão
não dizeres e não fazeres
o que aches sem-razão.
Todo o cuidado é pouco.
Mexe devagarinho
para que tudo fique juntinho.
E não deixes nada acabar,
não esqueças de acrescentar,
dia-a-dia hora a hora,
minuto a minuto,
e na fracção do segundo.

E será Natal no Mundo,
se tu quiseres
e esta receita fizeres
e a toda a gente a deres.

Passa palavra!
É receita da minha lavra,
mas sei que resulta!
Ah, já me esquecia,
regista no papel:


Rega com molho de mel
quanto baste.
E mexe bem mexidinho,
devagarinho
para que o doce fique bem docinho.

Dá a provar a toda a gente,
mesmo a quem te seja indiferente.
Que se sirvam à vontade!
A tua bondade,
sem desplante,
fará mais, num instante!

É um doce sempre à mão
na tigela do teu coração.

E assim, se tu quiseres
e fizeres,
haverá em todos os corações,
mesmo nos mais resmungões,
um coração de Natal.
Sempre,
dia-a-dia,
hora a hora,
minuto a minuto
e na fracção do segundo,
será Natal em todo o Mundo!


Maria do Céu Nogueira
In: A UM Deus CONHECIDO
Contos de Natal
Ed Calígrafo
Novembro 2007, p. 39-42


[enviada pela AMÉLIA REGO, de Braga]

4 comentários:

***** disse...

E Partilharmos todos o nosso coração de Natal, no Natal e sempre, é a essência desta quadra tão especial.

Um Natal bem docinho,cheio de amor e carinho e de sorrisos que saiam do fundo, um Natal bem quentinho e que deveria e teria que ser assim para TODOS...agora e sempre; é bem verdade.

Zaida Charepe disse...

O Ajuda Mútua não resistiu em nomear este Blog com um prémio: Diz que não é um mau blog". Parabéns :)

LN disse...

Feliz Natal e um Excelente 2008. Tudo de bom....com "um doce sempre à mão
na tigela do teu coração."

Camarada Choco disse...

Divulgação

Um Blog ,dois livros!

www.camaradachoco.blogspot.com

“Camarada Choco”

e

“Camarada Choco 2”
António Miguel Brochado de Miranda
Papiro Editora

Papelaria “Bulhosa” Oeiras Parque, Papelarias “Bulhosa”, FNAC ou www.livrosnet.com

Tema: Haverá uma fronteira entre os Aparafusados e os Desaparafusados?"

Filmes de Apresentação no “Youtube” em “Camarada Choco”